Workshop de Mobile Design na SemanaD

fab

É com muito entusiasmo que podemos dizer que o workshop de Mobile Design foi muito produtivo, sendo apresentado em uma versão compacta abrangendo todo o processo de um projeto mobile. Tivemos até alunos do Rio de Janeiro, o que nos deixou surpresos. Foram abordados os seguintes temas:

  • Briefing;
  • Brainstorming;
  • Design doing (conceitos para a concepção de um projeto, e o que se deve levar em conta);
  • Web Responsivo;
  • Introdução ao iOS 8 e Android;
  • Protótipo;
  • Apresentação do app;
  • Testes de usabilidade.

Inicialmente foi feito um levantamento dos problemas mais comuns no cotidiano dos participantes, e colocado em votação o que mais afeta a vida deles no dia a dia. Após escolher o tema “Organização de tarefas” foram colocadas em prática os temas abordados. Como o workshop é focado no desenvolvimento de projetos mobile, o brainstorm levou ao concepção de um app mobile para a organização das tarefas baseadas em uma agenda.

Foram levados em consideração as personas e cenários, e foi feita uma pesquisa de campo, onde os alunos tiveram que sair da sala do workshop, e ver a realidade dos casos de uso e “bater” de frente com potenciais usuários do app. As pessoas abordadas foram pessoas que estavam visitando o ambiente de SemanaD no Museu Oscar Niemeyer.

Com a introdução teórica para o desenvolvimento do app, Design doing, Web responsivo e Introdução a iOS 8 e Android, onde são colocados diversas dinâmicas de uso de interface mobile, chegou a hora de projetar. A turma foi divida em duas equipes, onde cada uma delas, de acordo com uma persona e um cenário, teve que encontrar a sua melhor solução para o problema do cotidiano. Após a idealização de cada app com suas funções criadas e suas interfaces desenhadas, foram feitos testes de usabilidade em protótipos de papel e foram analisadas ambas as propostas.

As duas equipes chegaram a propostas semelhantes, mas com algumas peculiaridades diferentes, elas levaram em consideração a vida corrida que temos hoje e as tarefas deveriam ser de fácil organização, de rápido agendamento, com alertas programados. O diferencial dos apps é que as tarefas eram gravadas a partir de um áudio onde ficavam armazenadas no dispositivo. Cada um dos apps possuía interfaces diferentes e algumas funções diferentes, um app transcrevia o áudio em texto, e outro utilizava o próprio áudio para guardar as tarefas.

Fazendo uma análise em conjunto com o grupo, foram levantados pontos técnicos que poderiam melhorar as interfaces, funções que diminuiriam custos no desenvolvimento do projeto e melhorias nas interações, cruzando as funcionalidades dos dois projetos criados pelas equipes chegou-se a resultados mais positivos.

A equipe que ministrou o workshop ficou muito feliz com o resultado final, foi uma turma totalmente comprometida com o workshop, o que nos inspira muito! Agradecemos a todos os participantes e esperamos nos encontrar novamente em outros cursos e outros eventos por ai. Sucesso a todos vocês!

:)

Newsletter

Receba novidades de cursos e eventos do Faber